Autoconhecimento e desenvolvimento interpessoal: O método “DISC” como Ferramenta.

Curso de Curta Duração

Para quem

Alunos a partir do 1º período e público externo

Apresentação

O maior desafio do ser humano é conseguir estabelecer relações harmoniosas com os outros. Isso só é possível por meio do autoconhecimento que permite que a ser humano compreenda seus comportamentos e a faça encontrar espaço e oportunidades para que possa crescer e se desenvolver.

Assim, é necessário que cada pessoa seja capaz de perceber o que subjaz aos comportamentos e às expressões humanas, pois somente assim haverá relações interpessoais com mais qualidade. Deste modo, o autoconhecimento proporciona que a pessoa entenda a si, mas também compreenda o outro, num efetivo exercício interpessoal que conduz ao sucesso pessoal e profissional.

Para o desenvolvimento deste processo, vamos conhecer a Teoria do DISC, desenvolvida por Willian Moulton Marston, que, depois de analisar os padrões de comportamentos de várias pessoas, classificou o comportamento humano como uma adição de quatro fatores básicos – “Dominance”; “Infuence”; “Steadiness”; “Conscientiousness”. O método DISC avalia comportamentos que são facilmente percebidos e permite que qualquer pessoa conheça o próprio perfil para desenvolver certas qualidades, explorando os seus aspectos positivos, e para ajustar os aspectos eventualmente negativos.

CONVIDADOS ESPECIAIS:

Daniel Roepke Viana – funcionário Público Ministério Público.

Lyncoln Reis – Funcionário Público – Tribunal de Contas.

Mais informações

Início em: 15/04/2020

Término em: 20/05/2020

Horário: 11h30 às 13h10

Carga Horária: 12h

Docentes

Valdeciliana da Silva Ramos Andrade

Professora da FDV.

Doutora em Letras pela UERJ, com pesquisa centrada no discurso jurídico.